12/31/2016

2016 Retrospetiva


Uau, parece que ainda ontem estava a entrar em 2016 e hoje estou aqui a preparar tudo para receber 2017 em familia. O que aconteceu com o tempo? Sinto que passou rápido demais e que muito ficou por fazer. 
O terminar de um ano e começo de outro é sempre um momento que me enche de expectativas, como quando terminamos um capítulo de um livro e seguimos para o próximo. Não sabemos o que nos aguarda, se será melhor ou pior, ou mais do mesmo. Será que a (nossa) história continuará a valer apena?

Apesar de estar em companhia para celebrar a chegada de 2017, este é também um momento meu, de pausa para refletir, para rever todos os acontecimentos, para traçar planos e objectivos. É um momento um pouco nostálgico, confesso.

Hoje fiquei a pensar em escrever-vos algo sobre o assunto, em fazer uma retrospetiva e dei-me conta de que estou repetidamente a refletir no que 2016 não foi para mim: os planos que não concretizei e as situações que aconteceram que não foram como previ ou planeei. Dei-me conta que nos últimos anos têm sido um pouco do mesmo, entro em modo piloto automático e ponho de lado os planos que tracei (nem sei onde coloquei a minha lista). Não é propositado, de verdade que não! Mas chego ao fim do ano a pensar em tudo o que poderia ter sido, em voltar no tempo para mudar as minhas ações e decisões.

Não posso voltar no tempo e nem posso culpar ninguém além de mim mesma por não ter acontecido como queria, mas posso lembrar-me desta reflexão para 2017, lembrar-me de que depende de mim fazer acontecer. Depende de mim cumprir os planos que tracei, depende de mim sair do piloto automático e começar a viver de acordo com os meus objectivos, porque sou eu que tenho o poder de mudar o curso do meu ano. 

Neste momento estou a esforçar-me por colocar de lado os pensamentos de não realização e focar-me nas coisas boas que aconteceram em 2016, porque sempre acontecem coisas boas, sejam ou não planeadas. Quero muito entrar em 2017 com energia, com felicidade e esperar que seja um ano de vitórias. Tenho tantos planos que quero ver fora do papel! E só depende de mim em primeiro lugar.

Já refletiram sobre o ano que passou? 2016 foi tudo o que queriam? Se foi, então ótimo, fico muito feliz de coração e desejo que 2017 seja ainda melhor. Se não foi, munam-se de energia positiva para celebrar a chegada de 2017 e aproveitem este novo ciclo para planear e começar a concretizar os vossos objectivos.  Acreditem e não os ponham de lado sem querer, tenham-nos sempre presentes.

Desejo-vos um 2017 cheiro de realizações. Sonhem, planeiem, inspirem-se e concretizem!

Feliz 2017!

12/19/2016

Sugestões de Presentes de Natal | #Natal2016

Estamos mesmo na última semana para o Natal e provavelmente este post está atrasado para alguns. Há sempre quem vá comprando os presentes ao longo do ano ou dos últimos meses, desta forma pesa menos na carteira do que comprar tudo de uma vez. Houve também quem aproveitasse as promoções de Black Friday (ou Black Fraude em alguns casos, já que algumas lojas optam por aumentar os preços um tempo antes para depois baixar nesta altura, mas bem isto é tema para outra conversa) e há ainda as pessoas que deixam tudo para a última hora. Há quem goste da confusão das compras de Natal e há os que nem se atrevem a ir aos centros comerciais.

Quanto a mim já comprei algumas coisas e outras ainda estão por compar. Para quem fizer compras pela internet (em lojas portuguesas) convém encomendar entre hoje e amanhã para garantir que chega tudo dentro do prazo previsto.

Confesso que prefiro comprar on-line, mesmo fora da época Natalícia. Posso escolher com calma, comparar preços e produtos de várias lojas e no fim selecionar o que me interessa. A melhor parte é receber o produto em casa como se de um presente se tratasse, sem deslocações, sem filas para pagar, sem confusão, sem pressa... A cereja em cima do topo do bolo é quando oferecem os portes de envio. Vamos às sugestões de presentes? 

1. A loja Viva está com 15% de desconto em todos os produtos e ainda portes grátis a partir de 15€. A promoção termina hoje mas vale muito apenas porque ainda chega a tempo do Natal. Adoro a seleção de decorações de Natal deles, podem aproveitar também o desconto para colocarem de parte algumas decorações antigas.
Estas são apenas algumas das minhas sugestões, se espreitarem vão ver vários produtos por categorias, muitos bem em conta: fiquei apaixonada pela seleção de molduras, desde as mais simples às mais decorativas e têm a opção de as oferecer já com uma ou mais fotos. Isso irá mostrar que realmente estavam a pensar na pessoa quando compraram o presente!
As mantas e pantufas ou chinelos quentinhos são sempre ótimas ofertas de Natal, e eu fiquei de olho nestes da imagem. 
Os quadros deixaram-me a pensar na cozinha, parecem ardósias e adorei a simplicidade.
Por último velas perfumadas, um minho cheiroso que vai sempre bem, e castiçais decorativos, estes existem em preto e branco e em vários modelos diferentes.

2. E como estamos a caminhar para 2017, porque não oferecer uma agenda? Existem mais simples e com mias conteúdo de organização, podem ser de vários tamanhos e também vários preços.
A Mr. Wonderful tem as minhas preferidas. Também tem vários artigos que me fazem querer gastar dinheiro: estojos, blocos de notas, velas perfumadas... todos com frases positivas!
A loja aiaimatilde também tem a agenda para 2017, mas que me dizem a este planeador? Outra forma de organização, especialmente importante para quem está a estudar ou tem muitas tarefas a que se dedicar. Têm o plano mensal e o plano semanal. Podem encontrar por lá outros artigos bem divertidos e para quase todas as idades.

3. Não podiam faltar os tradicionais pijamas, roupões e até um poncho. Roupa confortável e quentinha para um Natal à lareira. Também para toda a família. Este são da MO.

Boas compras!


12/03/2016

Memórias de Natal | #Natal2016

O Natal é a minha época do ano preferida.
Quando era criança não acreditava no Pai Natal. Bem, por vezes tinha algumas dúvidas, quando os adultos se empenhavam em fazer-me acreditar. Vocês acreditavam? Existem tantas histórias deliciosas sobre as crianças e o Pai Natal. Algumas acreditam até bem tarde, outras nem por isso.
Ao inicio os meus pais escondiam algumas das prendas e no dia 25 tinha-as perto da chaminé. Não abríamos os presentes no da 24 à meia noite. O meu pai dizia que tínhamos de dormir cedo e esperar que o Pai Natal entregasse o resto dos presentes para abrir tudo. Era o dia do ano em que acordava mais cedo! 

Quanto ao que nos iam oferecendo, era deixado debaixo da árvore de Natal. Claro que às escondidas nós (eu e a minha irmã) dávamos voltas e voltas aos presentes, na tentativa de adivinhar o que se encontrava lá dentro. Não, não éramos boas detetives, por vezes apanhavam-nos em flagrante e não me lembro de ter conseguido adivinhar grande coisa.

O Natal demorava imenso tempo a chegar e quando terminávamos de abrir tudo já estavamos a perguntar quanto tempo faltava para o do próximo ano. Mesmo sem ter noção do tempo, parecia-nos interminável. Ser criança é assim. Lembro-me também do dia passado em casa dos avós, da roupa nova comprada especialmente para esse dia, da família reunida à mesa, da casa ser tão pequena que mal cabíamos todos (a família era grande), mas havia sempre espaço para mais um.


Com o tempo esse Espírito de Natal vai-se perdendo, a noção do tempo é diferente, os presentes diminuem e a curiosidade também. Mas mesmo assim o Natal continua a ser a minha época do ano preferida.
Adoro as ruas enfeitadas de luzes, as casas decoradas, as inúmeras opções de decorações que podemos criar para dar um ambiente Natalício à nossa casa, a reunião com a família, a troca de presentes (mimos) . Natal para mim é sinónimo de partilha, de família, de amor.